Apresentação

Era uma vez um menino que plantava pensamentos quadrados. Ele gostava muito de sua plantação e também da menina, sua vizinha. Aliás, ele acreditava que ela só gostava dele por causa de sua plantação de pensamentos quadrados e por isso fazia um grande esforço para nenhum quadrado nascer fora de linha. A menina, por sua vez, desenhava poesias e adorava a desordem e a bagunça. E agora?


Image-placeholder-1

Trecho do Livro

“"...Um dia, o menino acordou cansado de ficar plantando só quadrados e plantou um triângulo. A menina adorou aquela novidade na plantação de quadrados. Ela pediu a ele o triângulo de presente. Ele amarrou uma fita vermelha no triângulo e o deu para a menina. Ela gostou de tudo: do sorriso do menino, da carta que ele escreveu, do triângulo, da fita vermelha e do laço caprichado que ele fez para ela gostar. No dia seguinte, ele plantou um monte de círculos, triângulos e retângulos. A menina nem precisou pedir..."”




VOLTAR